Home»ESTABILIZAÇÃO»Um avião que inspirou gerações – Tucano 35

Um avião que inspirou gerações – Tucano 35

3
COMPARTILHAMENTOS
Pinterest Google+

Tucano, 35 anos

Documentário resgata a trajetória de sucesso do treinador ícone da Embraer

A data de 29 de setembro de 2018 ficou definitivamente marcada por dois acontecimentos relevantes. Primeiro, por representar os 35 anos de operação do turboélice de treinamento avançado e ataque Embraer EMB-312 Tucano e pelo lançamento do documentário Tucano 35, uma obra de 1h45 de duração que chegou para resgatar a trajetória deste ícone da Embraer.

Sendo uma realização da Hunter Press, de João Paulo Moralez, com produção da Street Films, de Beto Maiorino e Victor Bilbao, o documentário conta com 19 entrevistados que se envolveram na história do Tucano, como engenheiros, pilotos, cadete, historiadores, mecânicos e entusiastas. Entre essas personalidades destacam-se o então presidente da Embraer, engenheiro Ozires Silva, o historiador Coronel Aparecido Camazano Alamino, os pilotos da Esquadrilha da Fumaça Coronel Ruy Flemming e Major Celso Vilarinho, o comandante da Academia da Força Aérea Brigadeiro Mario Augusto Baccarin e outros. A equipe ainda incluiu um depoimento do projetista do Tucano, Joseph Kovács, além de várias cenas históricas do avião em serviço na Força Aérea Brasileira (FAB).

Toda a produção levou um ano para ser realizada, sendo que nesse período foram captadas 130 horas de gravações. A maior parte dos trabalhos foram realizados na Academia da Força Aérea (AFA) em Pirassununga (SP), entretanto a equipe também gravou em São Paulo, Guarulhos e Natal.

Além das cenas em solo, a equipe fez na AFA três voos com quatro Tucanos em cada saída, um voo de 20 minutos de helicóptero H-50 Esquilo e 1h30 de voo com drone percorrendo 13,8km.

“Todo o trabalho de pesquisa, captação de áudio e das cenas, decupagem, edição, pós-produção, colorização, divulgação, trabalho com mídias sociais e outras atividades foi feito por uma equipe de três pessoas apenas. O objetivo era o de resgatar a história do Tucano ressaltando a sua importância para a FAB, para o Brasil e a Indústria Nacional. O Tucano mudou a forma de treinamento dos pilotos militares sendo um divisor de águas para a sua época. A partir do Tucano outros fabricantes copiaram as suas soluções e a integraram em seus aviões. O turboélice da Embraer é um ícone e representa um esforço de brasileiros para fazer um produto competitivo com qualidade de padrão internacional. É um avião de requisitos nacionais, mas que por suas características inéditas e avançadas para a época, atraíram a atenção de 16 forças aéreas incluindo de países de primeiro mundo – França e Reino Unido”, comenta João Paulo Moralez, um dos realizadores do projeto.

Aproveitando o momento histórico, a FAB realizou a recuperação e restauração do primeiro Tucano de produção do mundo, e um dos pioneiros a equipar a AFA e a Fumaça em 29 de setembro de 1983, quando seis exemplares foram entregues.

O FAB 1303, de c/n 312006, estava há 12 anos fora de operação por ter atingido a sua vida útil estrutural. Estocado em Lagoa Santa, o avião foi levado para Pirassununga onde passou por um longo processo de restauração que incluiu o cockpit, motor e o padrão de pintura de instrução que foi recebido em 1983.

“O trabalho envolveu o Comando-Geral de Apoio (COMGAP), Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa, Parque de Material Aeronáutico de São Paulo, o Grupamento Logístico do Tucano na AFA, a própria Academia e a Goodyear, que forneceu os pneus novos para esse exemplar. Na estrutura do canopi foi adesivado os nomes do Major Brigadeiro Lauro Ney Menezes no cockpit dianteiro e do Tenente Brigadeiro Délio Jardim de Matos no cockpit traseiro, uma vez que ambos trouxeram o FAB 1303, em voo, de São José dos Campos até Pirassununga, no dia da sua entrega para a FAB em 29 de setembro de 1983. Um marco histórico que foi eternizado pela Academia no avião”, finaliza Moralez.

O documentário Tucano 35 foi vencedor nas categorias Melhor Fotografia e Melhor Historiador no 3º Festival de Cinema de História Militar – 2019! E ainda foi selecionado para a 1ª Mostra de Cinema Militar da Cinemateca Brasileira – 2019.

O documentário pode ser assistido gratuitamente em www.tucano35.com

Previous post

Sennheiser

Next post

CRANE M2 VS CRANE M

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *